Decisões

Eu devo ser a pior pessoa do mundo a tomar uma decisão. Antes de chegar a conclusão de qualquer coisa, sobre qualquer assunto, entre em desespero, choro, fico aflita… Mas quando o dia chega e eu simplesmente digo um “basta” ou “o caminho a seguir será esse”, nada me tira do foco.
Tenho muito medo de chegar a qualquer tipo de decisão. Eu gosto de rotina, das coisas como elas estão. Sair da minha zona de conforto é simplesmente aterrorizante.
Estou passando por uma fase dessa, tanto no lado pessoal, quanto no lado profissional. E nem preciso dizer o quanto isso tem me tirado dos trilhos.
Nessas horas, levanto as mãos aos céus e agradeço a Deus os amigos que eu tenho. As pessoas que tem me entendido… Mas mesmo assim, me sinto sozinha.
Ando mais triste que o normal, mais pensativa que o normal, e mais atemorizada que o normal…
Essa crise dos 30 parece que nunca vai passar!!!

P.S.: eu realmente deletei meu perfil do Facebook. Porque é tão complicado entender que eu não queria mais fazer parte de uma rede social? Ou ainda, porque eu preciso fazer parte de uma rede social? Só porque todo mundo faz? Não consigo entender o espanto de uma coisa tão insignificante!

Anúncios

E até logo Floripa!

Hoje é meu último dia de Floripa. Isso está até parecendo que sou uma pessoa que vai fazer intercâmbio, que irá cruzar oceanos e vai para um local completamente diferente!
Exageros a parte, estou indo (ou melhor, voltando!!! eeeeeeeee 😀 hahahaha) pra Curitiba, 300 quilômetros de distância de Floripa, uma 4 horas de viagem e um local que eu já conheço, com gente que eu já conheço e o melhor: com uma língua que eu domino!!! hahahaha
Fico pensando nas pessoas (como a minha amiga Karina) que realmente fazem essa aventura: de sair do Brasil, ir pra um local que só viram por fotos, que não conhecem ninguém e que falam uma outra língua, mas praticamente sem dominar direito… Gente corajosa!
E sim, é assim que me sinto. Dando um salto pro futuro. Para o meu futuro. Para adquirir experiências. Para ser gente grande. Pra ser simplesmente eu!
Agradeço a todos que participaram da minha caminhada, das minhas lamúrias, dos meus erros e acertos…
Obrigada aos poucos que eu realmente posso chamar de amigos!

E o próximo post será em terras Barrigas Verdes!!!