Minha análise do 11 de setembro

Depois desse post, o FBI e a CIA irão detectar que sou uma possível terrorista e nunca mais vou entrar nos EUA (como se alguma vez eu tenha ido ou querer ter ido hahaha).

Bom, depois do alarde de todas as revistas de circulação nacional, de todas os canais de TV – abertos ou fechados – sou obrigada a fazer uma ponderação sobre o “ataque terrorista” de 11 de setembro de 2001.
Lembro-me como se fosse ontem: a UFSC estava em greve, por isso eu estava em casa dormindo e o Max (meu irmão mais velho) me liga: “Samantha, liga a TV porque atacaram as Torres Gêmeas!!!”. Só quem me conhece e conhece o Max entenderia a entonação da voz dele.
Acordo assustada, ligo a TV e vejo uma torre pegando fogo: jogaram um avião nela. Achei engraçado, porque convenhamos: quem é que joga um AVIÃO em um PRÉDIO?
Agora, 10 anos depois, TODAS as redes de televisão, sendo elas fechadas ou abertas, só falavam disso. Porque não comentaram dos mais de 200 mil japoneses mortos na Segunda Guerra Mundial, nas duas bombas atômicas, nos dias 6 e 9 de agosto de 1945, pelo nosso “querido” EUA; ou então pelos milhares de cidadãos iraquianos ou afegãos mortos. Ou você acha que só morreram “terroristas”? Porque se você pensar que todo árabe é terrorista, faça o seguinte: compre sua passagem só de ida para os EUA e more por lá, porque a maioria dos habitantes de lá pensam assim (e eu não falei TODOS, falei A MAIORIA).
É vergonhoso ver isso nos dias atuais: com os outros é normal, comigo é crime. Em outras palavras, enquanto morrem japoneses, afegãos ou iraquianos, tudo bem, é guerra. AGORA, quando morrem pouco mais de três mil americanos, AAAAAH, a história é outra: é terrorismo.
E, falando em guerra, cade a ditas armas de destruição em massa? Não acharam né? LÓGICO QUE NÃO. Não existem nem nunca existiram. A única arma de destruição em massa que vi até agora foi usada na Segunda Guerra Mundial contra os japoneses, mas disso eu já falei.
E antes que pensem: eu fiquei realmente sentida de ter morrido quase quatro mil pessoas por conta de uma coisa idiota. Porque eu sou ser humano e penso nos outros. Morreu gente, é sempre traumatizante. Eles tinham família, tinham sentimentos. AGORA, o que eu não tenho pena, é do governo americano que transformou isso numa mobilização mundial, em que: ou tenham pena da gente e demonstrem isso ou, então, serão nossos inimigos ETERNOS. Alooooow, de onde isso foi tirado? Não são contra o Muammar Gaddafi por ser tirano? Fazer parecido pode é?
Não sou nenhum anti-americana e nem anti nada. Só fico revoltada com o sensacionalismo que fazem sobre isso. E mais nada.

Em tempo…

‎100 milhões de negros foram mortos na ESCRAVIDÃO.
9 milhões de pessoas foram mortas pela INQUISIÇÃO.
6 milhões de judeus foram mortos no HOLOCAUSTO.
220 mil japoneses foram mortos nos ataques NUCLEARES à Hiroshima e Nagazaki.

E ainda querem nos convencer que o 11 de setembro (3000 mortos) foi o maior ato terrorista da história?
COPIADO, COLADO E APOIADO!!!

(copiado do FB)